Arcebispo de Luanda apela a um estilo de vida que aceita a presença de Deus pela conversão

A Igreja de Nossa Senhora de Fátima, em Luanda, registou neste XXIXº Domingo do tempo comum, que convida-nos a reflectir acerca da forma como devemos equacionar a relação entre as realidades de Deus e as realidades do mundo, aconteceu no ponto mais alto das celebrações com imagem peregrina de Fátima de Portugal, que se encontra em Luanda desde o dia 13 de Outubro, regressando já esta Segunda-feira 23 para Portugal.

A missa que congregou cerca de 5 mil fiéis, na praça da Paróquia de Fátima foi presidida pelo arcebispo de Luanda Dom Filomeno do Nascimento Vieira Dias, ainda a concelebrar também estiveram o bispo auxiliar emérito de Luanda, Dom Anastácio Kahango e por dezenas de sacerdotes do clero.

Na missa pontifical que marcou a despedida, Dom Filomeno descreveu a espontaneidade do povo, para com a mama, como expressão autêntica da fé.

Por outro lado o Arcebispo de Luanda convidou os cristãos a viverem e a edificarem uma vida crista coerente, ordenada, segundo pensamento de Deus, a exemplo de Fátima.

O Apostolado Nas Redes Sociais

Twitter O ApostoladoFacebook Jornal O Apostolado

Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria