Bispo de Caxito destaca desempenho das Irmãs Consoladoras

O desempenho mostrado na acção social pela Congregação das Irmãs Consoladoras de Jesus Cristo, em 50 anos da sua existência, foi destacado neste Domingo pelo Bispo de Caxito, Dom António Jaka.

Na sua homilia durante a missa que marcou  o jubileu dos 50 anos da fundação da congregação, afirmou que o trabalho da comunidade notabiliza-se nos domínios da educação, saúde e promoção da justiça social.

O prelado católico realçou ainda o serviço da comunidade das Irmãs Consoladoras no incentivo a comunhão fraterna.

Dom António Jaka afirmou que as irmãs, ao comemorar esta data, manifestam o desejo de continuar a apoiar o Governo, para melhorar a qualidade de vida da população em vários domínios.

A congregação das Irmãs Consoladoras de Jesus Cristo Sumo e Eterno foram fundadas em 1967 pelo padre Agostinho Veríssimo Sondjanba com objectivo de promover a Sã convivência entre os membros das comunidades em que está inserida.

 

Está representada nas províncias do Huambo, Bié, Benguela, Huíla, Namibe, Cuando Cubango, Luanda, Lunda Sul, Lunda Norte e Bengo.

O acto, marcado pela consagração dos votos perpétuos e jubilar de sete madres, foi testemunhado pelos governadores das províncias do Huambo, João Baptista Kussumua, e do Bié, Álvaro de Boavida Neto, assim como BIspos da CEAST.

O Apostolado Nas Redes Sociais

Twitter O ApostoladoFacebook Jornal O Apostolado

Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria