Caminhos da Providência

                            VISÃO JORNALÍSTICA

Os sábios cabelos brancos bantu pecam em não escrever, contando só com a caudalosa oralidade. Em verdade, aumentam os desmentidos desta lapalissada, corrente na era colonial. A Universidade Católica de Angola (UCAN) presenciou uma magnífica prova a 19 de Dezembro passado. O seu anfiteatro anexo albergou o lançamento, bastante concorrido, de mais uma densa obra da autoria de um embondeiro nacional. Dom Alexandre Cardeal do Nascimento, arcebispo emérito de Luanda, brindou-nos com o livro intitulado “O meu DIÁRIO”. Acabamos de navegar nas suas 749 páginas, de três volumes agrupados. Quer dizer, um rol de apontamentos que foi transcrevendo desde os 22 anos, enquanto estudante no seminário da sertaneja Missão dos Bângalas, em Malanje. Completará 93 anos de idade a 1 de Março próximo. Os registos cobrem os anos de 1947 a 2003, portanto, largamente, os caminhos da Providência sobre o seu destino ímpar. No essencial, versam sobre a sua intimidade espiritual, a sua vocação de homem íntegro de fé. Avisou, aliás: “O Meu Diário é sobretudo (pretende ao menos que seja) o espelho da minha vida mais profunda e íntima.” O texto, sim, respira de referências bíblicas, reflexões teológicas e profissões de fé. Abre notando, a 25.V.1947, sobre o Espírito Santo, que “Dos seus dons, pedir o da fortaleza, de que tanto preciso”. Encerra com o toque de fé datado de 6.9.2003. No corpo, abundam marcos dolorosos e alegres da singular devoção ao Pai, ao Filho e à Mãe Santíssima. A dor nem ocultou as desinteligências com pares e membros da hierarquia. Os seus autores predilectos são indicados amiúde como o inglês Newman, S. Tomás d’Aquino, Santa Teresa d’Avila.

A repleta religiosidade nem eliminou as cenas da vida profana de alta curiosidade. E que manancial neste plano! Destacamos: 10 mil crianças de cor que os soldados americanos negros deixaram na Alemanha no fim da 2ª guerra mundial; as afinidades com Joaquim Pinto de Andrade; a repressão do preto em ’61; o desterro dos sacerdotes a Portugal; a oração como amparo da luta nacional de libertação; Cónego Manuel das Neves; Salazar; Marcelo Caetano; antigos seminaristas como Rosário Neto, Benedito, Nicolau Spencer; impressões de Agostinho Neto, Lúcio Lara, Nito Alves, Ambrósio Lukoki, Lopo, Savimbi; prisão pela UNITA; Caritas Internacional; José Eduardo Dos Santos; Onofre; João Paulo II e “os comunistas de Angola”; consulta do embaixador americano Sullivan em 2000 sobre o persistente défice democrático em Angola; sondagem do senador americano Solarz sobre “que pensa de um Papa do 3º mundo?”; Mobutu; Júlio Andreotti, Mengistu, sobre os Cubanos na Etiópia; a isenção da Igreja nos Estatutos da IMBISA … Enfim, a ementa sacia bastante fome. Bem como suscita mais sede algures.

Obra humana, ela acusa insuficiências, que convirá superar em edições vindouras. Exemplificamos: não tradução de inúmeras citações em latim, francês, inglês e italiano. Idem: a falta de ilustração (de tão rica peregrinação missionária pelo mundo fora); a exclusão de rodapés (explicativos dos inevitáveis retoques de actualização ou contextualização, cujos sinais deixam impressão de apócrifos); erros ortográficos de desatenção aqui e acolá.

É certo que a valia dos depoimentos submerge as limitações. A obra resfolga de erudição, poliglotismo, beleza literária, fluidez da prose, estética descritiva e sábia evangelização, que culmina na epígrafe chapada na contracapa. Citamos:

Esta púrpura que me envolve,/ cobre do seu esplendor romano Angola, toda Angola./ É reconhecimento mais do que da minha pessoa,/ reconhecimento do trabalho missionário levado a cabo no passado;/ tomada em devida conta dos esforços no presente e estímulo/ para mais e melhor, no futuro da nossa Igreja.”

(Uma coprodução de Siona Casimiro e P. Maurício Camuto. Apresentação de Tomás de Melo)

Luanda, quinta-feira 25 de Janeiro de 2017.

 

O Apostolado Nas Redes Sociais

Twitter O ApostoladoFacebook Jornal O Apostolado

Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria