CEAST preocupada com surgimento de seitas com mensagens duvidosas

Os Bispos da CEAST (Conferência Episcopal de Angola e São Tomé) mostram-se preocupados com o surgimento em vários cantos do país de seitas cujas mensagens doutrinais constituem-se em graves ameaças à unidade, harmonia e integridade das famílias.

Esta preocupação foi manifestada pelos bispos da CEAST no final da sua primeira assembleia plenária anual, tendo afirmado que muitas delas acomodadas nas plataformas criadas e cujas mensagens doutrinais constituem-se problemas da cultura nacional e da sociedade no seu todo.

Nesta vertente, os bispos solicitam e apelam aos órgãos competentes para que assumam as suas responsabilidades legais, a fim de pôr cobro a tais anomalias.

O surgimento destas igrejas tem de certo modo causado uma desestabilização no seio das famílias, pois muitas delas praticam certos rituais que não compactuam com a cultura africana, segundo os bispos.

Aconselham a população a frequentar igrejas reconhecidas pelo Estado e que nela são transmitidas mensagens de fé, esperança, solidariedade e de unidade nacional.

Estando reunidos numa província em que as minorias étnicas são expressivas, os bispos pedem para que todos dediquem uma atenção especial a elas, garantindo-lhes uma formação integral e inclusiva, para que não se sintam “irmãos pobres esquecidos” nem a margem do desenvolvimento que o país vai conhecendo.

O Apostolado Nas Redes Sociais

Twitter O ApostoladoFacebook Jornal O Apostolado

Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria