Chuva dasabriga mil e 40 pessoas na Lunda Sul

 Mil e quarenta pessoas ficaram desabrigadas na Lunda Sul, em consequência das chuvas que se abateram sobre a região nos últimos seis meses, informou hoje (quarta-feira), em Saurimo, o subcomissário bombeiro, Manuel Queta.

Resultado de imagem para SUBCOMISSÁRIO MANUEL QUETA - COMANDANTE PROVINCIAL DO SERVIÇO DE PROTECÇÃO CIVIL E BOMBEIROS

Em declarações à Angop, o oficial afirmou que está cifra representa um redução de 200 casos em relação ao igual período anterior.

Segundo ele, durante o mesmo período 500 residências ficaram destruídas e outras parcialmente danificadas devido as chuvas.

Fez saber que durante o período foram registados três mortos por desabamento de paredes e levadas pelas correntezas das águas, afectando com maior incidência os municípios de Cacolo, Muconda e Saurimo.

Manuel Queta fez saber que, durante o período em referência, foram registados 134 incêndios de médias proporções, contra dois de igual período anterior, tendo como causas a negligência, curto-circuito e fuga de gás, que provocaram sete mortos e danos avaliados em 33 milhões 195 mil 556 Kwanzas.

Avançou que o Serviço de Protecção Civil e Bombeiros (SPCB) realizou mais de mil actividades de socorros a vítimas de acidentes, com destaque para a extinção de incêndio, afogamentos, assistência aeroportuário, transportação de vítimas de doenças e viação para diversas unidades sanitárias, tendo ditado 228 medidas e 84 inspecções.

Para 2020, acrescentou, pretende-se continuar a levar acções de formação dos efectivos em diversas áreas, melhorar as condições de trabalho, realizar campanhas de sensibilização nas escolas, igrejas, mercados e nos bairros, para prevenir incêndios e outros males que assolam as comunidades.

O Apostolado Nas Redes Sociais

Twitter O ApostoladoFacebook Jornal O Apostolado

Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria