Cristãos exortados devem cultivar justiça e reconciliação na sociedade

O pároco da paróquia de São Francisco de Assis, Padre Dario Elias João Baptista, exortou neste Domingo, na cidade do Uíge, os cristãos a cultivarem a justiça e reconciliação no seio da sociedade.

Falando na homilia da missa das comemorações de São Francisco e padroeiro da referida paroquia, o religioso disse ser importante que os cristãos sejam os promotores da justiça, paz, e reconciliação nas comunidades.

“O Cristão deve reconhecer Cristo que é o salvador da humanidade,  saber dignificar o verdadeiro significado do Cristianismo na igreja e na sociedade”.

Na ocasião, o prelado Católico manifestou-se indignado com a falta de amor e partilha que se regista na sociedade, avançando que o ódio e a ganância não levam ninguém à salvação.

Por outro lado, Padre Dário Elias pediu aos jovens a não terem medo de seguir os passos de Francisco que amava todos e tinha todas as criaturas como irmãos.

Francisco de Assis deve servir de modelo de vida,  pois foi pacificador e edificador dos corações, disse o prelado.

Por sua vez, a vice-governadora para o sector Político e Social, Maria Fernandes da Silva e Silva, considerou São Francisco como um dos Santos importantes que a Igreja Católica tem.

Maria da Silva verbalizou ser fundamental que a sociedade tenha a vida de Francisco não só como Santo mas como humanista.

Participaram da missa celebrada pelo pároco da paróquia de São Francisco de Assis, Padre Dário e concelebrada pelo padre Joaquim Calombe, bem como animada por vários grupos corais da referida paroquia, membros do governo, dos vários movimentos apostólicos e fiéis oriundos das diversas comunidades.

 

O Apostolado Nas Redes Sociais

Twitter O ApostoladoFacebook Jornal O Apostolado

Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria