Feira do Livro e do Disco com maior número de expositores

Um total de 100 expositores (mais 60 em relação na última edição) vão de 19 a 25 do mês em curso participar na 13ª Edição da Feira Internacional do Livro e do Disco de Luanda, na Avenida 4 de Fevereiro (Marginal de Luanda).

Este ano sobre a chancela do Governo da Provincial de Luanda, o certame aberto pela ministra da Cultura, Maria da Piedade de Jesus e o vice-governador de Luanda, Manuel Dionísio da Fonseca, em representação o governador, Sérgio Luther Rescova Joaquim, conta com produtores de livros, discos e outros fazedores de cultura.

Na actividade que está a decorrer sob lema o “ Luanda é leitura”, vão ser promovidas palestras, sessões de autógrafos, concertos e recitais.

Em declarações à imprensa, a titular da pasta da Cultura, Maria da Piedade Jesus, considerou de importante o certame, que durante os quatro dias vai contribuir na promoção do livro e da leitura.

Defendeu que a actividade deve ser expandida para outras comunidades, sublinhado que é nelas onde saiam os grandes escritores e mentores.

Na intervenção da abertura do certame, o vice-governador, Manuel Dionísio da Fonseca, em representação do governador, Sérgio Luther Rescova Joaquim, afirmou que realização da feira acaba por dar uma contribuição nos desafios para o desenvolvimento da província de Luanda.

Para o produtor do certame, através da Arte Viva, Edições e Eventos Culturas, Jomo Fortunato, na presente edição, a intenção é congregar o maior número de expositores, em função do espaço e se acabar com a ideia de que existe em Luanda poucas livrarias e editoras.

A Feira Internacional do Livro e do Disco tem como objectivos fundamentais promover a circulação do livro e do disco, facilitando o seu acesso, circulação num só espaço, proporcionar à juventude angolana, principal público-alvo, e às comunidades estrangeiras residentes e visitantes em geral, o gosto e o conhecimento dos principais referentes culturais no domínio da literatura, música e das culturas internacionais.

O certame visa ainda reforçar o intercâmbio cultural, comercial, entre editores, livreiros, discotecários, músicos e expositores estrangeiros, alargando e proporcionando o debate sobre questões musicais e literárias, constituindo o resultado do ciclo de palestras e debates, uma fonte de documentação e registo.

Nesta presente edição, ao contrário das anteriores, o certame tem a designação de Feira do Livro e do Disco de Luanda, pelo facto do Governo Provincial de Luanda ter assumido a realização do evento, que conta também com o apoio do Ministério da Cultura.

Fonte: Angop

O Apostolado Nas Redes Sociais

Twitter O ApostoladoFacebook Jornal O Apostolado

Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria