Focolares chamados a construir uma cidade sob amor ao próximo

O Bispo da Diocese do Uíge, dom Emilio Sumbelelo exortou nesta quinta-feira, no município de Negage, os membros do movimento dos focolares afectos a Igreja Católica, a construir uma nova cidade de valores morais e de amor ao próximo.

O Movimento dos Focolares ou Obra de Maria é um movimento leigo de inspiração cristã-católica fundado em 1943, em Trento, Itália, por Chiara Lubich.

Dom Emílio Sumbelelo, que falava na abertura do Encontro Nacional de Mariápolis que decorreu no município do Negage até 19 de Agosto corrente, exortou os presentes sobre a necessidade de se construir uma cidade nova no coração dos homens, que faça a diferença segundo as leis divinas.

Durante a homilia do encontro que juntou fiéis católicos de diversas províncias do país, Dom Emílio Sumbelelo disse que na cidade que se quer construir o amor e a compaixão deve sempre estar presente no coração dos homens.

” A cidade nova não é uma cidade física para ser habitada por homens, mas sim uma nova cidade no coração dos cristãos que diante de outros são exemplares como ensina a palvra de Deus.

Na cerimónia, que marcou a abertura do encontro nacional de Mariápolis, o coordenador da actividade, o Keniano Eric Mwangi,  garantiu estarem criadas as condições para o alcance dos objectivos do encontro religioso, tem na agenda de cinco dias, entre outras actividades, palestras sobre a fé e cultura, retiros e visitas.

Participam do encontro fiéis das províncias do Namibe, Huíla, Benguela, Huambo, Luanda, Cuanza Sul, Zaire e Uíge.

O Apostolado Nas Redes Sociais

Twitter O ApostoladoFacebook Jornal O Apostolado

Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria