Irmandade do Rosário dos Homens Pretos em Angola

irmandade do rosario dos homens pretosPadre Lázaro Silva e o leigo irmão Adonai visitaram Angola no fim do mês de Junho de 2016, com o propósito de aproximar as comunidades angolanas e a comunidade negra brasileira em Salvador, Brasil e esteve no Santuário da Mama Muxima.

A equipa, em Luanda desdobrou-se em contactos com varias entidades, para a facilitação da proximidade, Brasil-Angola. Segundo o padre Lázaro uma rota da companhia aérea angolana, TAAG, poderia permitir melhor o intercâmbio cultural e espiritual entre as comunidades.

A delegação em Luanda participou das festas de São João Baptista do Cacuaco e inteirou-se de algumas propostas pastorais das comunidades de Luanda. No dia 29 de Junho de 2016, no Ministério da Cultura e além da Ministra Carolina Cerqueira e recebeu a delegação num encontro que contou com a presença do Arcebispo de Luanda, Dom Filomeno Vieira Dias.

No fim do encontro a ministra valorizou o encontro apontando a existência reforça os laços culturais entre os povos brasileiros e angolanos. Para a ministra, a irmandade é o sinal de que a cultura dos povos de Angola está viva no povo brasileiro e a recuperação da história da irmandade permitirá a reconstrução da história dos antepassados.

A Irmandade de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos é uma confraria de culto católico, criada para abrigar a religiosidade do povo negro, que na época da escravidão era impedido de frequentar as mesmas igrejas dos senhores. Mantém em seu calendário uma devoção secular a Nossa Senhora do Rosário.

A Irmandade de Nossa Senhor do Rosário está no brasil desde o seculo XVI. Em Santos, a igreja matriz já tem como padroeira Nossa Senhora do Rosário. A partir do fim do período colonial, as irmandades do Rosário passam a ser constituídas pelos “homens pretos”.

 

O Apostolado Nas Redes Sociais

Twitter O ApostoladoFacebook Jornal O Apostolado

Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria