Maristas enlutam a Igreja de Angola

maristaAcidente de viação interrompe a vida de dois religiosos nas estradas de Angola. Ir Tomás Sawaya (de amarelo na foto), provincial dos maristas em Angola e Ir Belmiro Smith, marista brasileiro em Angola.

Os dois maristas tiveram acidente na localidade de Kibala, a caminho de N´Dalatando. No acidade morreram no local os dois irmãos, tendo um terceiro, apesar de fora de perigo com ferimentos graves.

Os Maristas, em Angola, são a única congregação de direito pontifício masculino de religiosos não de padres, com maior número de angolanos. Nos últimos anos com os desafios missionários tem apresentado algumas dificuldades em número. Segundo informações, as exéquias terão lugar na cidade do Kuito, para onde estão a ser encaminhados os corpos.

Os Irmãos maristas estão em Angola há 60 anos. Atualmente, a Missão Marista  conduz três unidades para o atendimento de 3 mil estudantes: a Escola Marista Cristo Rei, na capital Luanda, a Escola de Formação de Professores Marista São José, no Kuito-Bié e a Escola Primária São Marcelino Champagnat, em N’Dalatando.

Os espaços dos Maristas são sempre de acolhimento aos jovens. Na década de oitenta, o Campo dos Irmãos Maristas, como é carinhosamente chamado pela população, albergou várias provas válidas para os campeonatos provinciais de iniciados, de juvenis, de juniores e de seniores. O complexo era ainda o principal recinto de treinos para as equipas que participavam em diversas provas “nacionais” que o Bié acolheu até 1992. Em Luanda o INE Maristas é ainda uma referência social desta relação com os jovens.

O Apostolado Nas Redes Sociais

Twitter O ApostoladoFacebook Jornal O Apostolado

Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria