“Nesta Páscoa somos chamados a seguir o exemplo de Nosso Senhor”

Santo Padre

O Papa Francisco disse nesta semana no Vaticano que a celebração da Páscoa, no próximo domingo, deve reforçar a mensagem de esperança e de amor do Cristianismo.

“Nesta Páscoa, somos chamados a seguir o exemplo de Nosso Senhor. O maior amor é aquele de quem se entrega sem reservas e dá tudo o que tem. O que se coloca ao serviço dos outros é semente de esperança”, referiu, na audiência pública semanal que decorreu na Praça de São Pedro.

A Igreja Católica começa hoje a celebrar os dias mais importantes do seu calendário litúrgico, que assinalam os momentos da morte e ressurreição de Jesus, culminando na Páscoa.

“Queridos irmãos e irmãs, nestes dias, dias de amor, deixemo-nos envolver pelo mistério de Jesus que, como grão de trigo, morrendo nos dá a vida. Ele é a semente da nossa esperança”, declarou Francisco.

O Papa falou de Jesus crucificado como “fonte de esperança” e deixou aos peregrinos um “trabalho de casa” para os próximos dias.

“Vai fazer-nos bem contemplar o Crucifixo – todos vós tendes um em casa -, olhar para ele e dizer-lhe: ‘Contigo nada está perdido. Contigo posso sempre esperar. Tu és a minha esperança’”, apelou.

No final do encontro, Francisco saudou os peregrinos de língua portuguesa, com menção particular dos fiéis de Braga, aos funcionários da Câmara Municipal de Gondomar e aos membros da Universidade Sénior de Lousada.

“Tomai como amiga e modelo de vida a Virgem Maria, que permaneceu ao pé da cruz de Jesus, amando, também Ela, até ao fim. Quem ama passa da morte à vida: é o amor que faz a Páscoa. A todos vós e aos vossos entes queridos, desejo uma serena e santa Páscoa”, desejou.

 

O Apostolado Nas Redes Sociais

Twitter O ApostoladoFacebook Jornal O Apostolado

Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria