Papa diz que praticar o aborto é como “contratar um assassino”

O papa Francisco disse hoje, quarta-feira, no Vaticano, que praticar o aborto é como contratar um assassino para resolver um problema.

Falando aos fiéis na audiência geral, papa Francisco disse não ser justo livrar-se de um ser humano, mesmo pequeno, para resolver um problema.

“Como é que pode ser terapêutico, cívico ou simplesmente humano um acto que suprime a vida humana? Questionou o papa.

Numa homilia dedicada ao mandamento “Não matarás”, o lider da Igreja Católica improvisou em relação ao texto que tinha previsto e criticou “a depreciação da vida humana”, com as guerras, a exploração e a exclusão.

O papa argentino já antes criticara o aborto. Depois de a interrupção voluntária da gravidez ter sido aprovada pela Argentina, Francisco comparou o aborto às práticas dos nazis e apelou às famílias para que aceitassem os filhos que Deus lhes der.

O Apostolado Nas Redes Sociais

Twitter O ApostoladoFacebook Jornal O Apostolado

Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria