Peregrinação anual ao santuário de nossa senhora das vitórias começa hoje em massangano

Arranca nesta Sexta feira a 7ª edição da peregrinação anual ao Santuário de Nossa Senhora das Vitórias, situado na localidade de Massangano afecta a Diocese de Ndalatando onde são esperados milhares de devotos oriundos de vários pontos do país.

A informação foi prestada à imprensa pelo vigário geral da diocese de Ndalatando, padre Constantino Miguel, tendo esclarecido que para o presente ano a peregrinação deverá decorrer sob o lema “ Com Nossa Senhora das Vitórias sejamos assíduos na oração e na fracção do pão”, considerado um evento religioso que deverá reunir os fiéis em momentos de oração, meditação, partilha e reflexão da palavra de Deus.

Abertura do evento será marcado com a realização de uma missa a ser presidida pelo Bispo de Ndalatando, Dom Almeida Kanda, seguindo de atividades de conficções, meditação, bênção de objectos religiosos e noite de oração.

A peregrinação será ainda marcada pela realização de conferências sobre “ Maria e a Eucaristia”, “ O papel das imagens na vida da igreja católica”, seguidas de procissão de velas e vigília e oração.

Para domingo, último dia do evento, esta prevista a realização de uma missa solene a ser presidida pelo Bispo da diocese do Sumbe, Dom Luzizila Quiala e da qual prevêem participar centenas de fiéis oriundos de vários pontos do país e não só que deverão acorrer ao santuário para a busca da bênção de Nossa Senhora das Vitórias.

Por seu turno, o administrador da comuna de Massangano, Xavier Augusto, disse que fruto de uma iniciativa do governo provincial, estão em curso alguns trabalhos de melhoria das vias de acesso à localidade de Massangano e do local onde deverá ocorrer o evento.

Tutelado pelos padres Capuchinhos, a igreja de Nossa Senhora das Vitórias classificada como património histórico em 1923, está localizada na comuna de Massangano afecta ao município de Cambambe, uma circunscrição que foi transformada em capital provisória da província ultramarina de Angola, a quando da ocupação de Luanda pelos Holandeses no século XVI.

Além da Igreja de Nossa Senhora das Vitórias, a região de Massangano situada na confluência entre os rios Kwanza e Lucala, congrega um vasto mosaico cultural da história de Angola, com destaque para o cemitério onde jazem os restos mortais de 12 padres capuchinhos, o túmulo do capitão português Paulo Dias de Novais, fundador da cidade de Luanda, as instalações da administração colonial da altura, a câmara de reclusão, uma fortaleza e antiga praça dos escravos.

 

O Apostolado Nas Redes Sociais

Twitter O ApostoladoFacebook Jornal O Apostolado

Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria