Peregrinos deixam localidade do Toco

Mais de 12 mil peregrinos das províncias do Huambo, Moxico, Cuando Cubango, Bié, Namibe, Benguela, Cunene e Luanda começaram já a deixar o santuário da Muxima do Toco onde, desde sexta-feira, buscaram bênçãos na VI Peregrinação daquela povoação que dista a 35 quilómetros a norte do Lubango.

Segundo o pároco da Muxima do Toco, padre Américo Gomes, durante a peregrinação os fiéis tiveram a “sorte” de participar de duas palestras, uma sobre o tema “juventude levanta e caminha” proferida pela ministra da Juventude e Desportos, Ana Paula do Sacramento Neto, e outra, sobre a “recuperação do tecido social e humano”, pela secretária de Estado da família, Rute Mixinge.

Agradeceu ao governo pelos serviços disponibilizados em prol dos peregrinos, como a água, saneamento básico, assistência médica e mobilidade.

Sob o lema: “Mamã Muxima, mãe da eucaristia interceda por nós”, o evento religioso abriu na sexta-feira à noite com missa a ser presidida pelo arcebispo local, Dom Gabriel Mbilingi e teve o seu encerramento hoje, com a homilia a ser feita pelo bispo de Saurimo, Dom Manuel Imbamba.

Pelo menos 800 efectivos da polícia nacional garantiram a segurança num evento que contou ainda com os préstimos do INEMA e bombeiros.

A paróquia da Mamã Muxima situa-se a 35 quilómetros a sul do Lubango e existe desde Março de 2012. É a mais nova da Arquidiocese do Lubango. 

O Apostolado Nas Redes Sociais

Twitter O ApostoladoFacebook Jornal O Apostolado

Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria