Prossegue a corrente de apoio para com os refugiados da República Democrática do Congo, na Lunda-Norte.

A zona fronteiriça continua a registrar entrada de irmãos da vizinha República da RDC que fogem do conflito protagonizado por uma milícia em algumas regiões daquele País do norte.

Os apoios em bens alimentares e outros gêneros, parece não cobrir o conjunto de necessidades trazidas por aquelas famílias que carecem de tudo um pouco

Foi o que disse a directora da Caritas diocesana do Dundo, Irmã Maria Jamba, que fala do esgotamento do stock.

“A Caritas o pouco que tinha esta a terminar, estamos trabalhar, mas não podemos fechar os olhos, a realidade é difícil”, realçou.

A directora disse a Ecclesia que são necessários apoio alimentar, medicamentos, vestuários e sobre tudo um meio de transporte.

“Os meios que temos não são suficiente para atender a demanda nos campos dos refugiados”, disse a responsável.

O Apostolado Nas Redes Sociais

Twitter O ApostoladoFacebook Jornal O Apostolado

Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria


Apostolado Divisoria